segunda-feira, 27 de março de 2017

NOVOS SANTOS BRASILEIROS - PROTOMÁRTIRES DE NATAL SERÃO CANONIZADOS: IGREJA NO BRASIL EM FESTA

NOVOS SANTOS BRASILEIROS - PROTOMÁRTIRES DE NATAL SERÃO CANONIZADOS: IGREJA NO BRASIL EM FESTA

Resultado de imagem para NOVOS SANTOS BRASILEIROS - PROTOMÁRTIRES DE NATAL SERÃO CANONIZADOS: IGREJA NO BRASIL EM FESTA

Serão os primeiros mártires nascidos no Brasil a ser canonizados.
A Igreja no Brasil começou o dia 23 de março, recebendo uma grande notícia: em audiência concedida ao prefeito da Congregação das Causas dos Santos, Cardeal Angelo Amato, o Papa Francisco aprovou os votos favoráveis da Sessão Ordinária dos Cardeais e Bispos Membros da Congregação sobre a canonização dos protomártires do Brasil.
Trata-se dos seguintes Beatos: André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, sacerdotes diocesanos, e Mateus Moreira e seus vinte e sete companheiros leigos, que em 1645, no Rio Grande do Norte, derramaram seu sangue por amor a Cristo.
Os chamados mártires de Cunhaú e Uruaçu foram beatificados no ano 2000. “Desde então o processo se intensificou e agora com esta aprovação do Santo Padre temos como certa a canonização”, disse, em entrevista concedida à colega Cristiane Murray, o arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, que nos fala da alegria e júbilo com os quais a Igreja no Brasil, particularmente, a Igreja destes filhos do Rio Grande Norte, recebeu a alvissareira notícia: “Devemos render graças a Deus e proclamar o belíssimo refrão do hino dos mártires: Mártires da fé, filhos do Rio Grande, homens e mulheres, jovens e meninos, pelo Bom Pastor deram o seu sangue.

domingo, 26 de março de 2017

O CEGO DE NASCENÇA

IV DOMINGO DA QUARESMA

“ENQUANTO ESTOU NO MUNDO, EU SOU A LUZ DO MUNDO” (Jo 9,5).

Resultado de imagem para o cego de nascença

Diácono Milton Restivo

Neste IV Domingo da Quaresma a liturgia da Palavra é muito rica, e seria necessário que fosse meditada uma por uma todas as leituras apresentadas.
A primeira leitura narra a escolha do adolescente pastor Davi para ser o futuro rei de Israel em substituição ao rei Saul que havia, por suas atitudes, desagradado a Yahweh.
Davi é ungido pelo profeta e juiz Samuel para tal finalidade: “Samuel tomou o chifre com óleo e ungiu a Davi na presença de seus irmãos. E a partir daquele dia o espírito do Senhor se apoderou de Davi”. (1Sm 16,13).
O Salmo 22, atribuído ao próprio Davi, é um dos mais belos, mais conhecidos, mais cantados e mais recitados salmos em todo o mundo cristão.
Como o Evangelho de hoje é riquíssimo em ensinamentos, vamos nos ater única e exclusivamente na meditação do Evangelho, que é de João, que é o único que narra esse acontecimento. Ainda que estejamos no Ano A, que é atribuído à leitura do Evangelho de Mateus, vez por outra o Evangelho de João é lido, como o foi no domingo passado na passagem de Jesus com a samaritana.
A passagem do Evangelho de hoje, do homem que é cego de nascença, retrata o único cego de nascença mencionado no Novo Testamento. O evangelista João não cita em seu Evangelho, nenhuma vez, a palavra milagre, e sim, sinal. Deixa claro aos seus leitores que os sinais narrados no seu Evangelho são uma manifestação da glória de Deus para aqueles que estão dispostos a penetrar no mistério de Jesus.
O cego de nascença simboliza a comunidade que não tomou consciência de sua situação de cegueira. Mostra, também, o conflito das autoridades religiosas do tempo de Jesus e de todos os tempos que mantêm o povo na escuridão. 

sábado, 25 de março de 2017

FESTA DA ANUNCIAÇÃO DE NOSSA SENHORA.

FESTA DA ANUNCIAÇÃO DE NOSSA SENHORA.

Resultado de imagem para FESTA DA ANUNCIAÇÃO DE NOSSA SENHORA.
Adicionar legenda
Estava nos planos de Deus que a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade salvasse o gênero humano e, para isso, tomasse a natureza humana.
Tendo chegado o momento escolhido desde toda a eternidade para a realização desse grande mistério, o Arcanjo São Gabriel foi incumbido da missão de comunicá-lo à Santíssima Virgem Maria, santa jovem que residia em Nazaré e que era descendente do rei Davi. Maria estava prometida em casamento a José, homem justo que era descendente do rei Davi. 
Entre todas as criaturas a Santíssima Trindade havia escolhido Maria para ser a mãe do Messias prometido e, por esse motivo, não resta dúvidas, a Santíssima Trindade enriqueceu Maria de tantos privilégios e graças que, em santidade, a elevara acima de todas as criaturas. 
A Virgem Maria achava-se em oração em sua pobre e humilde casa de Nazaré quando o Anjo Gabriel entrou em seu aposento. O Anjo saudou Maria com estas palavras: “Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco.”     
Maria, ao ver a presença do Anjo e ao ouvir essa saudação, com certeza, assustou-se.

sexta-feira, 24 de março de 2017

OSCAR ROMERO – ARCEBISPO - 1917-1980

OSCAR ROMERO – ARCEBISPO - 1917-1980

Resultado de imagem para OSCAR ROMERO – ARCEBISPO - 1917-1980

Oscar Arnulfo Romero Y Gadamez nasceu em 15 de agosto de 1917, em Ciudad Barrios, em El Salvador. Sua família era numerosa e pobre. 
Quando criança, sua saúde inspirava cuidados. Com apenas 13 anos entrou no seminário. Foi para Roma completar o curso de teologia com 20 anos e se ordenou sacerdote, em 1943. 
Retornou a El Salvador, na função de pároco. Era um sacerdote generoso e atuante: visitava os doentes, lecionava religião nas escolas, foi capelão do presídio; os pobres carentes faziam fila na porta de sua casa paroquial, pedindo e recebendo ajuda. 
Durante 26 anos, na função de vigário, padre Oscar Romero conheceu a miséria profunda que assolava seu pequeno país. 
A maioria dos países sul-americana vivia duras experiências de ditaduras militares, na década de 1970. Também para El Salvador era um período de grandes conflitos. 
Em 1977, padre Oscar Romero foi nomeado Arcebispo de El Salvador, chegando à capital com fama de conservador. No fundo era um homem do povo, simples, de profunda sensibilidade para com os sofrimentos da maioria, de firme perspicácia aliada à coragem de decisão.
Em 1979, o presidente do país foi deposto pelo golpe militar. A ditadura se instalou no país e, pouco a pouco, se acirrou a violência. Reinou o caos político, econômico e institucional no país. De janeiro a março de 1980 foram assassinados 1015 salvadorenhos. 

quinta-feira, 23 de março de 2017

SANTA REBECA (RAFKA) - 1832-1914

SANTA REBECA (RAFKA) - 1832-1914

Resultado de imagem para SANTA REBECA (RAFKA) - 1832-1914

Em 20 de junho de 1832, na cidade de Himlaya, Líbano, nasceu a menina Boutroussyeh, que em português significa: Pedrinha. 
Quando se tornou religiosa adotou o nome de Rafka, ou Rebeca que era o nome de sua mãe, falecida quando ela tinha sete anos. 
Rebeca era filha única e seu pai empobreceu muito após a morte da esposa. Aos onze anos ela foi servir uma família libanesa na Síria. 
Após quatro anos voltou para casa, pois seu pai havia se casado novamente. Pedrinha ficou muito confusa e angustiada com o seu possível matrimônio. Uma tarde foi a igreja rezar para que Nossa Senhora a ajudasse na decisão do caminho a seguir.
A noite sonhou e ouviu uma voz que lhe dizia para entregar sua vida a Cristo. Decidiu ser religiosa. Saiu de casa contrariando a família e se apresentou à congregação das Irmãs Filhas de Maria em Bifkaya. A congregação a acolheu como postulante, era o ano de 1853. 
Rebeca, três anos depois, completava o noviciado pronunciando os votos e se formando professora. 
Foi enviada como missionária e professora nos povoados pobres para catequizar e alfabetizar crianças e adultos carentes. Ela foi uma missionária dócil, caridosa, penitente, evangelizando pelo exemplo e pela palavra. 
Em 1871, a congregação da Filhas de Maria que era diocesana, passava por uma crise e seria fechada. Rebeca, ouvindo novamente a voz que a guiava, foi ser noviça no convento de São Simão na cidade de Aitou, onde fez sua profissão de fé e dos votos em 1872, tomando o nome de Rafka.